Funcionários do Incra podem parar de novo

Os servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) realizaram ontem paralisações de advertência ao governo federal. Insatisfeitos com o resultado das negociações que vêm tendo com o Ministério do Planejamento, sobre reajustes salariais, os funcionários ameaçam retomar nos próximos dias a greve interrompida no dia 3 de agosto - após 72 dias de paralisação. A decisão será tomada na quinta-feira, após reunião entre os servidores e o Planejamento. As metas do Incra, que estão atrasadas, podem ficar irremediavelmente comprometidas neste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.