Funcionários do Incra em RS entram em greve

Os servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) do Rio Grande do Sul decidiram hoje entrar em greve. Outras superintendências regionais do País já estão paralisadas. Os funcionários pedem plano de carreira e reposição salarial de 127%, entre outras reivindicações. Segundo a assessoria de imprensa do instituto na capital gaúcha, a superintendência já sabia da intenção de greve, mas as atenções estão prioritariamente voltadas para as negociações com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Ainda que a paralisação dos servidores atrapalhe atividades como a de vistoria de terras, o Incra prepara várias linhas de negociação e espera que a reunião com o MST transcorra com tranquilidade, amanhã, em Carazinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.