Funcionários do governo de AM entregam cartas de renúncia

Em reunião na tarde de quarta-feira, os 26 secretários de Estado do Amazonas, os 29 auxiliares de primeiro escalão da administração indireta do governo estadual e aproximadamente 3,6 mil funcionários que ocupam cargos comissionados, começaram a entregar cartas-renúncia ao governador Eduardo Braga (PMDB), reeleito em primeiro turno. A decisão de colocar os cargos à disposição foi tomada na reunião com Braga e seu secretariado.Segundo a assessoria do governo estadual, a atitude é para deixar o governador "à vontade" para fazer eventuais modificações no quadro administrativo. Especulações apontam que pode vir a ser afastado do governo o secretário de Cultura Robério Braga, que ocupa o posto há cerca de oito anos, quatro no governo Braga e antes na gestão do ex-governador Amazonino Mendes (PFL).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.