Funcionários do DER são denunciados

Dois ex-diretores-gerais do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) do Acre, um atual diretor da autarquia e três empresários foram denunciados pelo Ministério Público Federal. Eles são acusados do desvio de R$ 22,8 milhões de obras de pavimentação e restauração na rodovia BR-364. Segundo o Ministério Público, várias irregularidades foram constatadas nas obras, inclusive o pagamento por serviços não realizados e insumos não utilizados nas obras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.