Funcionários do CTA homenageiam os mortos de Alcântara

A segunda-feira no Centro Técnico Aeroespacial em São José dos Campos começou com expediente normal, mas com muita tristeza. A maioria dos 3,2 mil funcionários, entre civis e militares, compareceu ao trabalho. Às 10h, as atividades foram paralisadas e todos os servidores fizeram um minuto de silêncio em homenagens aos colegas que morreram em Alcântara (MA).Segundo a assessoria de imprensa do CTA, ainda não há previsão da chegada dos corpos. Foi informado que haverá uma cerimônia coletiva no Ginásio de Esportes do CTA e depois cada família decidirá onde o velório será realizado. A cerimônia deve durar uma hora, com salva de tiros e honras militares. Um funcionário do IAE (Instituto de Aeronáutica e Espaço) contou que muitos servidores ainda estão incrédulos com o ocorrido. "Ninguém acredita, é difícil controlar a emoção e não chorar pelos amigos que se foram".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.