Funcionários de hospitais universitários receberão salário

Os funcionários de 23 hospitais universitários federais receberão até o meio-dia de amanhã o salário de setembro. A garantia foi dada pelo ministério da Educação, que liberou na última quarta-feira R$ 42 milhões para o pagamento. Segundo a assessoria do ministério, as folhas de setembro já foram liberadas. Outras 20 universidades deverão pagar os funcionários dos hospitais até amanhã, sob o risco dos seus dirigentes serem questionados na justiça pelo governo federal.Estão na lista para receber o pagamento os hospitais das universidades federais do Paraná; de Pelotas, Santa Maria e Rio Grande, no Estado do Rio Grande do Sul; UFMG, São João Del Rei, Ouro Preto, Alfenas e Itajubá, em Minas Gerais; do Ceará; da Paulista de Medicina; UFRJ e Unirio, no Rio de Janeiro; Universidade Rural de Pernambuco; do Piauí; do Espírito Santo; de Sergipe; Amazonas; Amapá; Roraima; Mato Grosso do Sul; Rural do Pará; e Universidade de Brasília.Na sexta-feira foram pagos os salários dos servidores dos hospitais da Universidade Federal de Santa Catarina e da Universidade Federal de Pernambuco. Os servidores públicos em greve tiveram os salários de setembro bloqueados. O governo federal autorizou apenas o pagamento dos servidores inativos das 50 universidades que aderiram ao movimento. Os R$ 42 milhões servirão para pagar 28,3 mil servidores dos hospitais universitários, procuradores e funcionários cedidos de outros órgãos federais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.