Funcionários de carreira assumem Diretoria da Petrobrás interinamente

Funcionários de carreira assumem Diretoria da Petrobrás interinamente

À exceção de Bendine e Ivan Monteiro, nova cúpula da estatal é formada por servidores com 30 anos de carreira na empresa

Vinícius Neder, O Estado de S. Paulo

06 Fevereiro 2015 | 16h40

Rio- Com exceção do presidente do Banco do Brasil (BB), Aldemir Bendine, agora deslocado para o cargo máximo da Petrobrás, e do novo diretor Financeiro e de Relacionamento com Investidores, Ivan Monteiro, todos os demais membros da Diretoria da estatal nomeados nesta sexta-feira, 6, são funcionários de carreira que assumirão os novos postos interinamente, sugerindo que o governo tomou as decisões em caráter emergencial.

Todos os diretores interinos têm pelo menos 30 anos de carreira na Petrobrás e já trabalhavam nas respectivas diretorias que agora assumem. Eles ocupam atualmente cargos de gerente executivo, função que, no organograma da Petrobrás, fica imediatamente abaixo dos diretores.

 Solange da Silva Guedes, diretora interina de Exploração e Produção, está há 30 anos na companhia e "já ocupou diversas posições gerenciais, todas relacionadas à área de Exploração e Produção".

Jorge Celestino Ramos, diretor interino de Abastecimento, é o atual gerente executivo de Logística do Abastecimento e tem 32 anos de casa. Hugo Repsold Júnior, diretor interino de Gás e Energia, é o atual gerente executivo de Gás e Energia Corporativo, com 30 anos de empresa. 

O mais antigo dos quatro executivos é Roberto Moro, com 33 anos de Petrobrás. Atualmente, ele também é gerente executivo (de Engenharia para Empreendimentos Submarinos).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.