Funcionários da CEF retiram material apreendido na PF

Levou mais de 24 horas para que a Polícia Federal acatasse a decisão da Justiça para devolver os computadores e documentos apreendidos irregularmente na sede da Caixa Econômica Federal, em Brasília. Isso só aconteceu depois que a juíza Maria de Fátima de Paula Pessoa Costa reiterou a decisão já tomada no dia anterior. Durante esse período, a juíza ainda foi procurada pelo delegado que chefiou a operação, Antônio César Nunes, para que mantivesse as apreensões feitas. O pleito do delegado foi recusado. e, no início da noite, os funcionários da Caixa foram para a Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, para pegar o material.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.