'Fui teimoso', diz Lula sobre as eleições que perdeu

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que "foi teimoso" ao continuar tentando ser presidente da República. "Não aguentava mais ser candidato", brincou, lembrando as eleições que tentou se eleger e perdeu em 1989 e 1994, 1998. Segundo o ex-presidente, que foi eleito em 2002 e reeleito em 2006, ele insistiu porque acreditava que poderia fazer melhor do que a oposição. "Queria provar que a gente podia fazer mais do que eles", afirmou, sem citar nomes.

CARLA ARAÚJO, Agência Estado

05 Dezembro 2013 | 21h46

Ele exaltou sua trajetória de trabalhador e disse que tinha certeza de que o Brasil "nunca tinha tido um presidente com a relação que eu tinha com os problemas brasileiros".

Lula participou na noite desta quinta-feira da inauguração da Escola Livre de Formação Integral "Dona Lindu", em Diadema (SP). O centro de ensino, que pretende atender até 5 mil trabalhadores por ano, com cursos de formação e qualificação profissional, é uma iniciativa do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. A escolha do nome da escola foi feita em homenagem à mãe do ex-presidente, Eurídice Ferreira de Melo, conhecida como Dona Lindu, por ter sido a responsável pela entrada de Lula no curso do Senai.

Mais conteúdo sobre:
Lulaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.