'Fui arrancado da relatoria', diz Sérgio Moraes após substituição

Deputado que diz se lixar para a opinião pública vai ao STF para recuperar a função e nega pré-julgar caso

LUCIANA NUNES LEAL, Agencia Estado

13 de maio de 2009 | 17h54

O deputado Sérgio Moraes (PT-RS), afastado da função de relator do caso do deputado Edmar Moreira (sem partido-MG), no Conselho de Ética da Câmara, anunciou que recorrerá ao Supremo Tribunal Federal (STF) para recuperar a função. "Fui arrancado da relatoria", reclamou Moraes, que foi substituído na relatoria pelo deputado petista Nazareno Fonteles (PI).

 

 

Veja também:

linkColeguismo e impunidade dá a deputados garantia de reeleição

som Ouça discurso no plenário da Câmara

especialPerfil: Quem é Edmar Moreira, dono do castelo

lista Todas as notícias sobre o caso Edmar Moreira 

Moraes alega que, ao contrário do que afirma o presidente do Conselho, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), não emitiu prejulgamento ao afirmar que considera não existirem provas contra Edmar Moreira, acusado de usar dinheiro público para pagar serviços de segurança que teriam sido prestados a ele próprio por empresas de sua propriedade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.