Reprodução
Reprodução

Frente Parlamentar dos Direitos Humanos lança página no Facebook

Grupo é formado por deputados contrários à permanência de Feliciano em comissão da Câmara

O Estado de S.Paulo

22 de abril de 2013 | 18h25

Parlamentares contrários à permanência do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) à frente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara lançaram a página oficial do grupo no Facebook. A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos foi criada em março em meio à polêmica sobre a indicação de Feliciano para o colegiado.

 

Na página a Frente Parlamentar diz ter como objetivo "resgatar as características de representantes do Povo e ajudar na reconstrução da credibilidade e confiança da população na Câmara dos Deputados." O primeiro post destaca a reunião prevista para esta terça-feira, 23, com a Comissão de Direitos Humanos do Conselho Federal da OAB, em Brasília. Vão participar os deputados federais Luiz Couto (PT-PB), Erika Kokay (PT-DF), Chico Alencar (PSOL-RJ) e Jean Wyllys (PSOL-RJ).

 

No encontro, os integrantes da Frente querem discutir o que chamam de "campanha difamatória" movida por parlamentares contra militantes e deputados contrários a Feliciano. Ainda nesta semana, o grupo tentará reunião com o presidente da Câmara, deputado Henrique Alves (PMDB-RN) para tratar do mesmo assunto.

 

A Frente Parlamentar é composta por deputados que integravam a Comissão de Direitos Humanos, mas decidiram renunciar às vagas em protesto ao deputado Marco Feliciano, na semana passada.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.