Reprodução
Reprodução

Frente Parlamentar dos Direitos Humanos lança página no Facebook

Grupo é formado por deputados contrários à permanência de Feliciano em comissão da Câmara

O Estado de S.Paulo

22 Abril 2013 | 18h25

Parlamentares contrários à permanência do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) à frente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara lançaram a página oficial do grupo no Facebook. A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos foi criada em março em meio à polêmica sobre a indicação de Feliciano para o colegiado.

 

Na página a Frente Parlamentar diz ter como objetivo "resgatar as características de representantes do Povo e ajudar na reconstrução da credibilidade e confiança da população na Câmara dos Deputados." O primeiro post destaca a reunião prevista para esta terça-feira, 23, com a Comissão de Direitos Humanos do Conselho Federal da OAB, em Brasília. Vão participar os deputados federais Luiz Couto (PT-PB), Erika Kokay (PT-DF), Chico Alencar (PSOL-RJ) e Jean Wyllys (PSOL-RJ).

 

No encontro, os integrantes da Frente querem discutir o que chamam de "campanha difamatória" movida por parlamentares contra militantes e deputados contrários a Feliciano. Ainda nesta semana, o grupo tentará reunião com o presidente da Câmara, deputado Henrique Alves (PMDB-RN) para tratar do mesmo assunto.

 

A Frente Parlamentar é composta por deputados que integravam a Comissão de Direitos Humanos, mas decidiram renunciar às vagas em protesto ao deputado Marco Feliciano, na semana passada.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.