Frente Nacional de Prefeitos sob nova direção

Em discurso que marcou a posse da nova diretoria da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) nesta quinta-feira, 25, em Brasília, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse que para o Brasil voltar a ter um patamar de crescimento na faixa de 4% a 5% do Produto Interno Bruto (PIB) é preciso recuperar a agenda de investimento público.

RAFAEL MORAES MOURA E RICARDO DELLA COLETTA, Agência Estado

25 Abril 2013 | 11h13

"Podemos (prefeituras) ser braços importantes de uma agenda de desenvolvimento a partir do investimento público. Eu penso que (para) fazer o Brasil voltar aos patamares de crescimento de 4%, 5% do PIB, precisamos recuperar a agenda de investimento público no Brasil", disse Haddad, que assume a primeira vice-presidência da FNP. A presidência será ocupada pelo prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT).

"Os governos estaduais também têm muito o que contribuir. Eu tenho muita convicção de que a nossa unidade em torno da pauta municipalista vai trazer benefício para o cidadão das nossas cidades. O cidadão do Brasil mora no município, quem está ali dia a dia tendo de atender as suas demandas, que são infinitas - felizmente - é o prefeito. Nós podemos sermos braços de uma agenda de desenvolvimento nacional", disse Haddad. "Municípios têm capacidade de gestão, de planejamento, de desenhar uma vida nova para as cidades, e muitas vezes falta apoio para execução das obras de que o Brasil tanto precisa."

De acordo com o prefeito de São Paulo, o governo Dilma Rousseff dedica às prefeituras "o mesmo nível de respeito" dos tempos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Mais conteúdo sobre:
FRENTEPREFEITOSPOSSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.