Freire pede fim da imunidade no Senado

O senador Roberto Freire (PPS-PE) sugeriu, em aparte ao senador Jader Barbalho (PMDB-PA), que o projeto de resolução que este apresentará, abrindo mão, previamente, de sua imunidade parlamentar, para permitir a abertura de processo pelo Supremo Tribunal Federal (STF), caso sejam formalizadas as denúncias contra ele, seja extensivo aos outros 80 senadores. Freire disse que, no caso de crimes comuns, não cabe a imunidade parlamentar. Segundo ele, o Senado poderia aproveitar esta oportunidade para que fosse concedida previamente autorização para a abertura de processos por crime comum contra todos os senadores. O senador Álvaro dias (PSDB-PR) apoiou a sugestão. Barbalho, contudo, não acatou a proposta de Freire e sugeriu, em contrapartida, que a extensão aos demais senadores fosse feita na forma de emenda ao projeto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.