Fraude leva PF a indiciar 2 deputados

Os deputados estaduais Kahlil Sehbe (PDT) e Paulo Brum (PSDB) serão indiciados pela Polícia Federal por peculato, formação de quadrilha e uso de documentos falsos no inquérito que investiga o desvio de R$ 3 milhões da Assembléia Legislativa gaúcha para compra irregular de selos. Os dois admitiram que compraram R$ 11 mil em selos durante a campanha eleitoral de 2006, mas alegaram desconhecer a fraude.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.