Franklin promete proposta de TV pública em até 90 dias

O governo federal apresentará em até 90 dias um projeto para criar a rede pública de televisão provavelmente partindo de estruturas que já controla, como a TVE e a Radiobrás, e visando à integração com as emissoras dos Estados, informou o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins. "Ninguém vai inventar a roda, é simplesmente fazer a roda rodar", disse ele, em entrevista ao programa Observatório da Imprensa, na TVE, na noite desta quarta-feira. O ministro afirmou que o objetivo é fazer uma televisão que não seja governista, tenha mecanismos de controle por parte da sociedade e seja plural. Ele insistiu que não há ainda proposta formatada para a nova TV e atribuiu muitos ataques que a proposta recebeu a "preconceitos"."Acho que muita gente já saiu atirando naquilo que achava que seria e não necessariamente em algo que estivesse consolidado no governo", afirmou Martins, na conversa com os jornalistas Alberto Dines, apresentador do programa; Ricardo Gandour, diretor de Conteúdo do Grupo Estado; e Elvira Lobato, repórter especial da Folha de S. Paulo, convidados para a entrevista. "Acho que a intensidade, a paixão monumental com que veio à tona esse debate, mostra preconceitos de pessoas que não entendem, não querem ou têm resistência à rede pública, porque têm resistência a tudo que não seja privado, mas mostra também como esse tema está maduro para ser discutido." A proposta, disse, será apresentada para debate com a sociedade e com os Estados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.