Francês que estava em avião continua desaparecido

As equipes de resgate do Corpo de Bombeiros e da Capitania dos Portos não conseguiram localizar, até o fim da tarde desta sexta-feira, o corpo do cinegrafista francês Donnet Joel Maurice Franck, um dos três ocupantes do avião que caiu no município de Novo Airão, no Amazonas, na quinta-feira.Os corpos do piloto e do proprietário do avião, Paulo Sérgio de Miranda Correa, e do fotógrafo Nicolas Raynard foram encontrados no mesmo dia, presos às ferragens do aparelho, a 9,5 metros de profundidade no Rio Negro.Os dois jornalistas franceses fretaram o avião na manhã de quinta-feira e decolaram da marina Rio Belo, em Manaus, para registrar a ação do pesquisador Gerard Moss, que percorre a Amazônia coletando amostras de água doce como parte de um trabalho de levantamento do manancial aquático brasileiro. Durante a filmagem, o avião sofreu uma pane e caiu no rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.