Fracassa leilão dos bens de Mansur

Apenas dois dos 26 itens do primeiro leilão oficial dos bens de Ricardo Mansur, realizado nesta segunda-feira, em São Paulo, foram arrecadados por apenas R$ 53.250,00, menos de 3% do total de vendas que os administradores da massa falida esperavam fechar hoje.Os demais 24 itens que foram à leilão receberam ofertas que atingiram entre 50% e 70% do lance mínimo determinado pela Justiça. As vendas só serão efetivadas se o Ministério Público e o juiz Paulo Alcides Amaral Salles, que preside a falência da Barnet Indústria e Comércio, holding do Grupo Mansur, concordarem com as ofertas. Se as ofertas forem aceitas, os 26 itens avaliados oficialmente em R$ 1,9 milhão serão vendidos por R$ 863 mil, menos de 50% do valor esperado.O comerciante e advogado Maurício Villaça, que comprou os itens mais caros, atribuiu o resultado do leilão ao que ele chamou de "péssima divulgação". "Participo de leilões há mais de 25 anos, conheço todo mundo do ramo e não vi um único comprador de imóveis neste leilão de hoje", avaliou Villaça. "O leilão só foi divulgado no Diário Oficial do Estado de São Paulo no dia 17 deste mês e passou desapercebido para quase todo mundo." Villaça ofereceu o lance de R$ 243 mil por um apartamento duplex, no bairro Moema, em São Paulo, avaliado em R$ 430 mil e R$ 127 mil por uma casa, em São Roque (SP), avaliada em R$ 280 mil. Ele diz que foi ao leilão para arrematar "alguns carros de luxo", entre eles quatro Mercedes-Benz blindadas, mas que mudou de planos quando viu que não existiam comerciantes de imóveis por ali. "Se as minhas ofertas forem aceitas, terei feito excelentes negócios", garantiu.Os únicos bens vendidos foram um Jeep Chrysler Cherokee blindado, avaliado em pouco mais R$ 41 mil e adquirido por R$ 53 mil e um micro trator com roçadeira "em mau estado de conservação", de acordo com o edital do leilão, avaliado em R$ 400 e adquirido pelo mesmo preço.Nem os três cavalos utilizados para jogar pólo e a égua Maluca, que Mansur mais utilizava quando jogava, receberam o lance mínimo. Avaliados entre R$ 200 e R$ 500, receberam ofertas de R$ 100 e R$ 250.O síndico da massa falida da Barnet, José Carlos Etrusco, estima que a falência da holding tenha deixado um passivo de R$ 500 milhões. A expectativa, de acordo com ele, é de que seja possível arrestar bens que atinjam entre R$ 70 milhões e R$ 80 milhões."Se forem levadas em conta as outras empresas do grupo (Mappin, Mesbla e Crefisul) estima-se que o passivo possa atingir R$ 3 bilhões", calcula. Mansur está preso preventivamente na Polícia Federal em São Paulo, desde 14 de agosto, poo decisão do Tribunal Regional Federal. Ele é acusado de espalhar, pela internet, notícias alarmantes sobre o banco Bradesco e responde a processo por crime contra o sistema financeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.