Fortaleza: Torgan quer fechar alianças ainda esta semana

O deputado federal Moroni Torgan (PFL), que disputará a o segundo turno das eleições à prefeitura de Fortaleza com a deputada estadual Luizianne Lins (PT), disse, nesta segunda-feira, que pretende buscar a pluralidade política na disputa e espera fechar as alianças políticas até o final desta semana. "Não importa se estas pessoas estão na direita, no centro ou na esquerda. O modelo tem que ser plural para aglutinar melhor", disse Moroni, que foi o candidato mais votado no primeiro turno. Ele confirmou que está conversando com o PMDB, da ala do ministro das Comunicações, Eunício Oliveira, mas mantém a linha de oposição ao governo estadual do PSDB e ao prefeito Juraci Magalhães, do PMDB. Moroni espera obter apoios na ala da esquerda inclusive do grupo que apoiou o candidato do PC do B, Inácio Arruda. Ele tentou passar a idéia de que é um político independente e afirmou que já assumiu posições defendidas pela esquerda, tendo inclusive votado em Lula para presidente no segundo turno das eleições em 2002.Em relação a uma eventual participação de Lula na campanha de Luizianne Lins, Moroni deixou claro que isso não o preocupa. "Não faz diferença", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.