Forças do Irã atacam manifestantes, diz site da oposição

O site da oposição iraniana Sahamnews afirmou que forças de segurança atacaram manifestantes pró-reformas, reunidos em Teerã neste domingo para marcar os dois anos das turbulentas eleições do país em 2009.

REUTERS

12 de junho de 2011 | 15h27

"Forças de segurança atacaram a multidão com cassetetes elétricos... na rua Vali-e Asr, para dispersar os manifestantes", informou o site.

Testemunhas disseram que milhares de agentes de segurança foram levados a Teerã para impedir qualquer retomada de protestos anti-governo, como os que ocorreram após a reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad em 2009.

Páginas da oposição na Internet têm convocado para uma "manifestação silenciosa" para marcar a votação, considerada por reformistas como fraudulenta para garantir a vitória do presidente linha-dura. Autoridades afirmam que as eleições foram as mais legítimas desde a Revolução Islâmica no Irã em 1979.

O site Sahamnews também disse que militantes da oposição também se reuniram em outras partes da cidade.

"Comerciantes receberam ordens de fechar suas lojas... centenas de pessoas se reuniram em outras áreas de Teerã", afirmou o site.

Tudo o que sabemos sobre:
GERALIRAATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.