Força sindical quer salário mínimo de R$ 320

A Força Sindical, segunda maior central sindical do País, quer que o governo federal eleve o salário mínimo para R$ 320, a partir de 1º de maio. Para justificar seu pleito, a Central lembra que durante a campanha presidencial de 2002, o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva prometeu dobrar o valor real do salário mínimo em 4 anos. "Para cumprir essa promessa até o final do mandato, o governo deve promover já neste ano um aumento de 33% no valor do salário mínimo", argumenta a Força, em comunicado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.