Força e metalúrgicos pedem correção da tabela do IR

A Força Sindical e o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo realizam esta tarde uma manifestação na Avenida Paulista, em São Paulo, para pressionar o governo federal a corrigir a tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) em 12 5%, equivalente ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPC-A) registrado em 2002. "Vamos fazer uma manifestação pacífica. Queremos a revisão imediata da tabela e, para isso, ingressaremos com uma ação na Justiça", informou o presidente da Força, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho. Segundo ele, trabalhadores e líderes dos 60 sindicatos da cidade de São Paulo filiados à central participarão do evento. Além disso, eles vestiram um leão, símbolo do IRPF, de vermelho, cor predominante do Partido dos Trabalhadores, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A manifestação sairá do metrô Paraíso, na avenida Bernardino de Campos, no início da Paulista, e vai até o prédio da Justiça Federal, perto do final da avenida. Ali, às 15h, os sindicalistas protocolarão uma Ação Civil Pública contra a União, solicitando a correção da tabela. O secretário-geral da Força, João Carlos Gonçalves, o Juruna, informou que a central está orientando os seus 1,6 mil sindicatos filiados em todo o País para que ingressem com ações similares. "Como pela legislação trabalhista a central não é reconhecida, orientamos para que sindicatos, federações e confederações entrem com ações iguais na Justiça Federal de seus respectivos estados", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.