Fonteles é favorável à CPI dos Bingos

Em parecer encaminhado nesta terça-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF), o procurador-geral da República, Claudio Fonteles, manifestou-se favorável à criação da CPI dos Bingos no Senado. Mas opinou que o Supremo deve rejeitar o pedido do senador Efraim de Araújo Moraes (PFL-PB) para que seja determinada a instalação da comissão de inquérito, que investigaria o escândalo Waldomiro Diniz, porque ele é falho. O procurador considerou também que o pedido do senador não envolve matéria interna do Legislativo e que, portanto, pode ser analisado pelo Judiciário.Apesar de ser favorável à criação da CPI, Fonteles concluiu que o parlamentar pefelista errou ao protocolar um mandado de segurança contra a mesa do Senado Federal. Segundo o procurador-geral, o correto teria sido acionar os líderes da maioria. No parecer, ele observa que foram cumpridos os requisitos para criação da CPI, como o recolhimento das 27 assinaturas necessárias, mas a comissão não foi instalada porque os líderes da maioria não indicaram os representantes de seus partidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.