Fontana diz que deputados terão de buscar recursos para Saúde

Senado aprova projeto que determina que a União separe até 10% de suas receitas brutas para a área

Cida Fontes, de O Estado de S. Paulo,

10 de abril de 2008 | 12h18

O líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS) afirmou nesta quinta-feira, 10, que os deputados terão que encontrar uma fonte de recursos para a Saúde, a fim de possibilitar a manutenção do projeto de lei complementar que regulamenta a emenda 29, aprovado na quarta à noite no Senado.  Veja também: Senado aprova emenda que dá mais R$ 23 bilhões para saúde  O projeto determina uma regra para os gastos mínimos com a Saúde e prevê que a União reserve, de forma escalonada, até 10% de suas receitas brutas para a área. Já para este ano, segundo o projeto que depende ainda de aprovação da Câmara, a União terá de destinar, 8,5% da receita, o equivalente a R$ 5,5 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
SaúdeHenrique Fontana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.