Fontana diz que CSS é 'vitória do combate à sonegação'

O líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), afirmou hoje que a aprovação da Contribuição Social para a Saúde pela Casa, na noite de hoje, "é a vitória de todos que precisam de um hospital público, vitória do combate à sonegação". Os deputados aprovaram a CSS com alíquota de 0,10% sobre as movimentações financeiras para custear gastos com a saúde pública. O placar registrou 259 votos favoráveis, apenas 2 a mais do que o mínimo necessário. Foram 159 contrários e 2 abstenções.DEM, PSDB, PPS e PSOL votaram contra. O PV, apesar de ser da base do governo, também votou contra. Ficaram a favor do texto do relator Pepe Vargas (PT-RS) PT, PMDB, PTB, PP, PR, PSC, PSB, PDT e PC do B. Ainda devem ser votados mais quatro pontos do projeto de Vargas. A contribuição incidirá sobre as movimentações financeiras com uma alíquota de 0,1%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.