Fogaça diz que não foi convidado para evento com Lula no RS

Durante discurso, presidente chamou atenção para as ausências do prefeito e da governadora Yeda Crusius

Sandra Hahn, de O Estado de S.Paulo,

18 de setembro de 2009 | 17h39

O prefeito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), informou, por meio de nota, que não recebeu convite oficial ou por meio de telefonema da Presidência da República para participar nesta sexta-feira de evento com Lula em Sapucaia do Sul, na região metropolitana. O presidente esteve na cidade para o lançamento das obras da BR-448, que terá traçado de 22 quilômetros entre Sapucaia do Sul e Porto Alegre.

 

Na nota, a prefeitura lembrou que Fogaça esteve presente em todos os eventos dos quais Lula participou na capital e afirma que ele também iria a este se fosse convidado. Fogaça acompanhou Lula, em junho, no lançamento do programa Território da Paz em um bairro popular na zona leste da capital gaúcha.

 

Lula chamou atenção, durante o discurso, para as ausências do prefeito e da governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), no evento de assinatura da ordem de serviço da BR-448. "Lamentavelmente, eu gostaria que estivessem aqui neste palanque a governadora e o prefeito", disse Lula.

 

O governo do Estado ainda não comentou a cobrança do presidente. Yeda vive fase política conturbada em que enfrenta uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia, que investiga supostos atos de corrupção envolvendo agentes públicos, e um pedido de impeachment em tramitação no Legislativo. A governadora também é alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
José FogaçaLulaRS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.