Fluxo de brasileiros ilegais diminui e deixa de preocupar EUA

O fluxo de imigrantes ilegais brasileiros aos Estados Unidos deixou de ser um problema para Washington, principalmente após o México começar a lhes exigir visto, disseram nesta quinta-feira, 26, autoridades da segurança de fronteira norte-americana. Os imigrantes brasileiros estavam em terceiro lugar na lista dos que mais queriam entrar ilegalmente nos EUA até 2005, atrás apenas de mexicanos e guatemaltecos. "Os brasileiros eram uma questão problemática há um ano, um ano e meio, mas tomamos ações que têm reduzido esse fluxo totalmente", disse a jornalistas na Cidade do México o chefe da Patrulha Fronteiriça norte-americana, David Aguilar. Até setembro de 2005, os imigrantes brasileiros chegavam de avião ao México para logo tentar uma travessia pela fronteira com os EUA, por onde a cada ano tentam entrar mais de 1 milhão de pessoas. Depois, o governo mexicano começou a exigir vistos de cidadãos brasileiros para ingressar em seu território, a pedido de Washington. Esse apoio ajudou a frear o fluxo de brasileiros, disse o porta-voz da Patrulha, Javier Ríos. Após essa decisão, o Brasil também começou a exigir vistos de mexicanos em viagem a seu território.

Agencia Estado,

26 Abril 2007 | 19h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.