Fleury: Covas era a consciência crítica do PSDB

O deputado federal e ex-governador de São Paulo, Luiz Antônio Fleury Filho (PTB), disse hoje que o governador de São Paulo, Mário Covas (PSDB), exercia o papel de "consciência crítica do PSDB". Para Fleury, será difícil para os tucanos encontrarem outra pessoa qualificada a exercer esse papel na legenda. "Covas fazia esse papel. Um dos exemplos foi quando ele impediu que o PSDB se aliasse ao governo Collor", afirmou Fleury.O deputado federal disse que os atritos que teve com Covas foram "naturais. Fleury antecedeu Covas e esteve à frente do governo paulista entre 1991 e 1994. "Foram atritos naturais da passagem de governo. No Brasil é natural, infelizmente, que se culpe o antecessor. Estes atritos, no entanto, nunca nos impediram de termos um relacionamento leal", garantiu Fleury.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.