Fiscalização resgata 149 trabalhadores no começo de 2009

Pará lidera novamente o ranking de trabalhadores resgatados - 71; Em 2008, o Estado registrou 811 resgates

Agência Brasil

16 de março de 2009 | 15h24

O Grupo Móvel de Fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego resgatou, entre 1 de janeiro e 19 de fevereiro deste ano, 149 trabalhadores em 15 fazendas.

 

De acordo com a Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae), nove operações foram realizadas até o momento. O Pará lidera novamente o ranking de trabalhadores resgatados - 71. Em 2008, o estado chegou a registrar 811 resgates.

 

Em segundo lugar no levantamento de 2009 está Mato Grosso, com 33 trabalhadores resgatados, seguido por Santa Catarina, com 20, do Maranhão, com 13, e do Paraná, com 12.

 

O valor dos pagamentos, de acordo com o órgão, superou o montante de R$ 230 mil. A fiscalização lavrou ainda 218 autos de infração. Desse total, 80 no Pará, 49 em Mato Grosso e 38 em Santa Catarina.

 

Em 2008, um total de 5.016 trabalhadores foram resgatados em meio a 156 operações deflagradas em mais de 200 fazendas brasileiras. Nos últimos 15 anos, as indenizações ultrapassaram os R$ 47 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.