Fiscais libertam trabalhadores em escravidão no PA

Fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego libertaram esta semana mais 22 trabalhadores que eram mantidos em regime de escravidão no Pará. De acordo com o órgão, as ações no Estado estão realizadas pelo Grupo de Fiscalização Móvel desde a semana passada e resultaram na libertação de 57 trabalhadores. Os trabalhadores foram encontrados em três fazendas localizadas em Ipichuna, próxima à região de Paragominas, nordeste do Pará. As condições de moradia eram precárias. Alguns eram mantidos em currais sem higiene, energia elétrica, comida e água potável. As três fazendas fiscalizadas são de propriedade de Carlos César de Miranda, Romilde Contrime e Carlos Luís dos Santos. O Ministério Público do Trabalho pedirá indenizações por danos morais no valor de R$ 4 mil para cada trabalhador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.