Fiscais libertam 110 trabalhadores escravizados no Pará

Fiscais do Grupo Móvel do Ministério do Trabalho e agentes da Polícia Federal libertaram nesta quarta-feira 110 trabalhadores de quatro fazendas do sul do Pará que não recebiam qualquer tipo de pagamento há três meses. Muitos estão com malária. Um dos libertados contou estar ameaçado de morte pelo "gato" que o contratou para trabalhar numa das fazendas. Outro, relatou ter visto um trabalhador morrer sob uma árvore sem qualquer ajuda do fazendeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.