Fiscais e técnicos da Receita farão greve contra reforma

Os auditores e técnicos da Receita Federal iniciam amanhã uma paralisação de 48 horas como forma de advertência ao atual governo. Segundo o presidente da Unafisco Sindical, Paulo Gil, o movimento dos fiscais e técnicos é contra a reforma da Previdência do governo. Segundo ele, a reforma corta direitos ao instituir a taxação dos funcionários inativos. Os fiscais protestam também contra a proposta de criação da previdência complementar privada. "Previdência é função do Estado", afirmou Paulo Gil. Segundo ele, na quinta-feira a categoria fará assembléia para decidir sobre a greve por tempo indeterminado, que o funcionalismo anuncia para o próximo dia 8.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.