Fiscais agropecuários apresentam nova proposta de reajuste

Os fiscais agropecuários federais apresentaram nesta segunda-feira à noite nova proposta de reajuste salarial ao governo. O Ministério do Planejamento avaliará a proposta e deve dar uma resposta aos fiscais e ao Ministério da Agricultura em reunião marcada para as 18h30 desta terça.Sem citar porcentual de reajuste, o diretor da Associação Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa), José Silveiro, disse que a nova proposta teria impacto de R$ 140 milhões no Orçamento da União, contra R$ 200 milhões previstos inicialmente. Esse último valor considera reajuste de 30%, proposta inicial dos fiscais.A proposta foi apresentada em reunião no Ministério da Agricultura, da qual participou o secretário de recursos humanos do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, e representantes da Casa Civil. Foi a primeira reunião depois das duras críticas feitas pelo ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, ao seu colega do Planejamento, Guido Mantega, por causa da resistência da área econômica a liberar recursos para resolver o problema.Os fiscais paralisaram suas atividades na semana passada, mas resolveram dar uma trégua ao governo até o próximo dia 29. Eles reivindicam reajuste de 30%, retroativos a janeiro passado e a contratação de novos fiscais. O governo havia respondido com uma proposta de reajuste escalonado de 4% a 20%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.