Finep está com inadimplência de R$ 600 milhões

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), agência do Ministério de Ciência e Tecnologia, está com inadimplência de 68%, o equivalente a R$ 600 milhões. Para o ministro da Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral, o índice "é, por si só, é um escândalo". Entre as empresas devedoras há uma funerária e vários restaurantes."Temos uma carteira de 50 empresas que correspondem a 80% dessa inadimplência", comentou o presidente da Finep, Sérgio Rezende.Amaral informou que estão sendo realizadas duas auditorias sobre o assunto, uma externa e outra pela Controladoria-Geral da União. Até o fim da semana, o ministro deve receber um relatório das auditorias. "Vou encaminhar tudo para a Advocacia-Geral da União", afirmou.De acordo com o ministro, o período em que os créditos não pagos foram concedidos é o de 1991 a 1998. Antes disso, a taxa de inadimplência era de 12%.Com o problema da falta de pagamento, a Finep está descapitalizada e pedindo entre R$ 100 milhões e R$ 200 milhões ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), informou o ministro. O presidente da instituição, Carlos Lessa, disse que ainda não há acordo sobre o montante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.