Financiamento público é central para reforma política

A ministra-chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), Iriny Lopes, defendeu hoje, dia 26, que a reforma política que vem sendo discutida no Congresso aprove o financiamento público das campanhas eleitorais. "O financiamento público é central", afirmou a ministra, ao discursar em seminário estadual realizado pelo PT na capital paulista. Para ela, a reforma é fundamental para a melhoria do cenário político brasileiro. "Se nós quisermos avanço, teremos de ter outro perfil político, mais democratizado", declarou.

SUZANA INHESTA, Agência Estado

26 de março de 2011 | 14h16

Iriny comentou ainda sobre a importância da eleição da presidente Dilma Rousseff para a mulher brasileira. "O povo quebrou a questão da desconfiança da mulher no poder político", disse, ressaltando, porém, que a participação das mulheres na Câmara dos Deputados foi reduzida. "O PT precisa protagonizar o aumento das mulheres nas bancadas estaduais e federais", discursou, sendo ovacionada pela plateia do seminário ao som de um coro feminino - "mulheres petistas, livres e socialistas."

Mais conteúdo sobre:
reforma políticaministraPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.