Filiados do PSB deixam Erundina para apoiar Marta

Um grupo de filiados do PSB decidiu neste sábado desembarcar da campanha da candidata do partido, Luiza Erundina, à Prefeitura de São Paulo. Em reunião realizada à tarde no Sindicato dos Eletricitários, eles também resolveram bandear suas forças para a candidatura da prefeita Marta Suplicy do PT.Segundo o porta-voz dos dissidentes, Gualter Marcussi, a decisão se deve a disputas internas, envolvendo o controle do diretório municipal, e ao descontentamento com o estilo de Erundina. "Ela é autoritária e quer controlar tudo no partido", afirmou. Ele disse que o grupo que sai controla 30 dos 41 diretórios zonais do PSB.Entre os assessores de Erundina e na cúpula do partido, a decisão foi vista com descaso. Segundo o presidente do diretório municipal, José Venâncio, o grupo se opôs à candidatura de Erundina desde o início e tentou em vão se apossar do controle do partido no esforço de boicotá-la."Eles não têm representatividade e há muito tempo estão vinculados a outra candidatura", disse. "Já vão tarde."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.