Filhos de Eike mantiveram rotina de luxo após início das investigações

Criador da hashtag para demostrar apoio ao empresário, Olin esquiava com amigos no Colorado e seguiu para Las Vegas enquanto seu pai estava foragido em Nova York

Clarissa Thomé, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2017 | 14h11

RIO - As investigações da Lava Jato e a iminência da prisão de Eike Batista não mudaram a rotina de viagens internacionais dos filhos do empresário. Nos últimos meses, Thor Batista, de 25 anos, que assumiu os negócios da família, viajou com a namorada Lunara Campos para destinos luxuosos como St Barth, Dubai, Maldivas. O casal passou o Réveillon em Londres. Já Olin, de 21, que criou campanha virtual em defesa do pai, esteve na Alemanha, Miami e Barcelona com a mãe, Luma de Oliveira.

Enquanto Eike estava foragido em Nova York, Olin esquiava com amigos no Colorado e seguiu para Las Vegas. A hashtag criada por ele para demonstrar apoio ao pai passou a ser usada de forma irônica nas redes sociais.

A derrocada enfrentada pelas empresas do grupo X não se refletiu nos hábitos da família. Em fotos no Instagram e Facebook, Lunara e Thor ostentaram uma rotina de luxo. Na virada do ano, estavam em Londres. Hospedaram-se na suíte presidencial do Hotel Shangri-la, no centro de Londres. Ali, tinham a vista panorâmica de 180 graus para Rio Tâmisa, Tower Bridge, Catedral de St Paul, Shakespeare's Globe Theatre, além de sala de jantar para dez convidados, escritório, banheira de hidromassagem, numa área de 188 metros quadrados. A diária ali sai a R$ 33.500 reais.

Lunara deslumbrou-se com a estada. "Todos os dias nos mandavam frutas frescas para o quarto e às vezes alguns docinhos, uma delicia. Quarto com muita tecnologia, banheiro ótimo com diversos acessórios e Wi-Fi muito bom. A piscina fica localizada no 52º andar! Ah, o cheirinho do hotel é maravilhoso! Até trouxe para usar por aqui", contou Lunara em entrevista ao colunista social Zé Ronaldo Müller. Na passagem pela cidade, o casal frequentou o restaurante do icônico Hotel Ritz. O cotidiano de viagens luxuosas é revelado pela modelo para seus 16,7 mil seguidores no Instagram e 4,6 mil no Facebook.

Já Olin, que atua como DJ, é mais discreto nas suas postagens. Por suas publicações ou de seus amigos, é possível ver que ele esteve em locais como Miami, Barcelona e na recente viagem pelos Estados Unidos. De lá, deu início à campanha em defesa do pai. "Está na hora de passar as coisas a limpo. Estamos com você, pai. #ForçaEikeEstamosComVoce", escreveu.

A publicação recebeu a solidariedade de internautas, mas também fez surgir uma série de memes ironizando a campanha. Entre as publicações que reproduziram a hashtag, há fotos de presos em celas superlotadas, montagens com o casal Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo, e o ex-goleiro Bruno e seu cúmplice na morte de Elisa Samúdio, Luiz Henrique Romão, o Macarrão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.