ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

Filhos de Eduardo Campos entram na campanha de rua em Pernambuco

João, de 20 anos, e Pedro, de 18, acompanharam o candidato do PSB ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara, em caminhadas

ANGELA LACERDA, Estadão Conteúdo

10 de setembro de 2014 | 20h13

No momento em que o candidato do PSB ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara, ultrapassa o adversário Armando Monteiro Neto (PTB) nas pesquisas de intenção de voto, os filhos mais velhos do ex-governador e ex-presidenciável Eduardo Campos (PSB), deixam os atos fechados para se integrarem à campanha de rua do afilhado político do pai - morto no dia 13 de agosto em um acidente aéreo, em Santos (SP).

Nesta terça-feira, 9, João, de 20 anos, e Pedro, de 18, acompanharam Câmara em uma caminhada em Caetés II, no município metropolitano de Abreu e Lima. Nesta quarta, 10, João esteve no bairro do Coque, no Recife, ao lado dos candidatos da chapa majoritária da Frente Popular - coligação de 21 partidos aliados a Câmara. Em nenhum dos atos, os rapazes discursaram ou deram entrevistas, mas a expectativa é a de que eles estejam cada vez mais presentes na fase final da campanha, reforçando a candidatura do PSB.

João costumava acompanhava o pai e não esconde a intenção de entrar na política. Os outros filhos de Campos são Maria Eduarda, de 22 anos, José, de 9, e Miguel, de 7 meses.

No Coque, Paulo Câmara comentou a última pesquisa Datafolha, que o coloca seis pontos porcentuais à frente de Armando Monteiro Neto (PTB). "Não vamos nos acomodar, faltam 25 dias", pregou aos militantes.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesPEfilhos de Campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.