Filho de Renan paga promessa

Para Renan Filho, absolvição foi ?a vitória da verdade?

Ricardo Rodrigues, O Estadao de S.Paulo

07 Setembro 2013 | 00h00

Maceió - O filho do senador Renan Calheiros, Renan Filho (PMDB), prefeito de Murici, a 80 quilômetros de Maceió, estava em Juazeiro do Norte, no Ceará, para pagar promessa ao Padre Cícero, quando soube da absolvição do pai. "Foi a vitória da verdade contra a calúnia e a inveja", disse. "Foi feita justiça e Alagoas é quem sai ganhando com essa decisão histórica do Senado."O filho mais velho de Renan explicou que estava em Juazeiro para uma romaria tradicional, que a Prefeitura de Murici patrocina todos os anos e este ano ele fez questão de comparecer para rezar pelo pai. "Durante todo o dia recebei vários telefonemas de solidariedade."Renan Filho contou que quando saiu o resultado da votação do plenário seu celular não parava de tocar. "Vários prefeitos, deputados, lideranças políticas e amigos ligaram para comemorar a decisão do Senado." Ele se disse muito feliz e disposto a continuar trabalhando por Alagoas. "Vamos mostrar ao Brasil que a nossa luta sempre foi em defesa dos alagoanos."Em Murici, cidade natal dos Calheiros, amigos e correligionários de Renan soltaram fogos e distribuíram bebidas para festejar a decisão do Senado. "Estamos de alma lavada; nosso senador provou que não cometeu nenhuma irregularidade e honra o mandato concedido pelo povo", afirmou a professora aposentada Benedita Rufino. SINALPara o ex-deputado federal José Thomaz Nonô (DEM), a culpa pela absolvição de Renan é do PT. "Quando o partido do presidente liberou seus senadores para votar como quisessem estava dando o sinal de que Lula apostava na absolvição de Renan", criticou Nonô. "Infelizmente, o Senado perdeu uma ótima oportunidade para refazer sua imagem." O ex-deputado federal João Lyra (PTB), rival de Renan que admitiu ter uma sociedade oculta com ele, não quis comentar a votação no Senado. De manhã, ele foi à Câmara Municipal de Maceió, onde participou de uma sessão especial de homenagem à filha Lourdinha Lyra, que é vice-prefeita da capital alagoana e recebeu o título de cidadã honorária.Ao chegar à Câmara, Lyra foi indagado sobre a votação do processo contra Renan, mas não quis fazer nenhum prognóstico sobre as chances do rival. O ex-deputado, que preside o diretório estadual do PTB de Alagoas, disse apenas que esperava que fosse feita justiça. Em Maceió, o resultado da votação foi encarado com normalidade pela população.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.