Marcelo Pereira/Estadão
Marcelo Pereira/Estadão

Filho de Lula questiona Eduardo Jorge na Justiça por tuíte sobre frigorífico

Fábio Luis Lula da Silva vai interpelar ex-candidato a presidente pelo PV, que nega ser autor de postagem

Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo

27 de janeiro de 2015 | 17h45

São Paulo - O empresário Fábio Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, decidiu interpelar judicialmente o ex-candidato à presidência da República pelo PV, Eduardo Jorge, por difamação. O motivo foi um post de Twitter que teria sido publicado no último dia 18. No tuíte, o ex-presidenciável teria afirmado que Silva é dono da Friboi, marca do frigorífico JBS. 


Na mensagem, Jorge teria feito piada com a afirmação da presidente Dilma Rousseff (PT), feita durante a campanha eleitoral, de que não mexeria nos direitos trabalhistas "nem que a vaca tussa". "A vaca que tossiu não é do frigorífico do filho do Lula. Então pode comer à vontade", disse a mensagem, que posteriormente foi apagada.  


Os advogados de Fábio Lula da Silva alegam que ele "não é ou jamais foi sócio ou manteve qualquer relação profissional com negócios relacionados ao setor agropecuário ou agroindústria" e dizem que ele é "vítima de atos criminosos na intenet" . No ano passado, o filho do ex-presidente entrou com um processo parecido contra Daniel Graziano, filho do ex-ministro Xico Graziano, que teria usado um computador do Instituto Fernando Henrique Cardoso para disseminar o mesmo boato. 

Procurado pela reportagem, Eduardo Jorge alega que o post foi feito por perfil falso com o seu nome. "Não publiquei esse post. Isso deve ser coisa de um dos fakes que me perseguem. Já reclamei, mas o Twitter não retira".     

Tudo o que sabemos sobre:
Fabio LulaEduardo Jorgefilho lula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.