Filho de Gloria Trevi terá pedido de habeas-corpus

O advogado da artista mexicana Glória Trevi, Otávio Neves, anunciou hoje que vai apresentar ao Supremo Tribunal Federal um pedido de habeas-corpus em nome do filho que ela - presa na Penitenciária da Papuda, em Brasília - está esperando. Neves argumenta que a penitenciária não oferece condições para que a gravidez transcorra com normalidade e que isso traz risco à vida do bebê. Na interpretação do advogado, a legislação brasileira defende os direitos do nascituro a partir da concepção. Para reforçar sua argumentação, Neves apresentará com o pedido de habeas-corpus as respostas que recebeu do Departamento Penitenciário Nacional -, órgão do Ministério da Justiça - a perguntas que fez sobre as condições a que ela está submetida na Papuda. Segundo Neves, o Departamento Penitenciário informou que na Papuda não existem consultório nem ambulatório nem equipe médica, e os vasos sanitários existentes nas celas são do tipo "turco" (apenas um buraco no chão). Otávio Neves afirmou ainda que, na semana passada, quando Glória Trevi passou mal e teve princípio de sangramento, foilevada a um hospital - o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) em condições que ele considera prejudiciais a uma mulher grávida e ao feto: um carro da polícia que a tr ansportou trafegava em alta velocidade, sem parar nem ao menos nas lombadas e subindo no meio-fio das ruas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.