Filho de ACM tem 90 dias para assumir como suplente

O filho e primeiro suplente do senador Antonio Carlos Magalhães (DEM-BA),  Antonio Carlos Peixoto Magalhães Júnior, tem 60 dias, com mais 30 de prorrogação, para assumir o mandato do pai, que morreu na última sexta-feira.  Segundo o Regimento do Senado, se dentro desse prazo, ele não tomar posse, será considerado que Antonio Carlos Peixoto Magalhães Júnior renunciou ao mandato, e será convocado o segundo suplente, Hélio Correia de Mello. O mandato de ACM termina em janeiro de 2011.  A missa de sétimo dia pela morte de ACM será celebrada nesta quinta-feira, 26, às 19 horas, na Igreja São Camilo Lellis, em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.