Filha de Joaquim Roriz chama deputada de 'cara de pau'

'Eurides Brito esquece que já trabalhava na campanha de José Roberto Arruda', afirmou parlamentar

Carol Pires, da Agência Estado,

02 de março de 2010 | 17h10

A deputada Eurides Brito (PMDB) voltou a dizer, na tarde desta terça-feira, 2, no plenário da Câmara Legislativa, que não renunciará ao mandato para fugir da possibilidade de perder os direitos políticos - como fizeram os colegas Júnior Brunelli (PSC) e Leonardo Prudente (ex-DEM). Após Eurides deixar a tribuna, a deputada Jaqueline Roriz (PMN), filha do ex-governador Joaquim Roriz (PSC), pediu a palavra e disse que a colega era "uma grande cara de pau".

 

Veja também:

linkPT-DF vai entrar com ação contra Wilson Lima

linkParecer pelo impeachment de Arruda é lido em plenário

linkBlog do Bosco: Assista ao vídeo da oração da propina

 

Na semana passada, a Comissão de Ética da Câmara abriu processo disciplinar contra os três acusados de serem beneficiários do esquema de corrupção, conhecido como "mensalão do DEM", do qual o governador afastado, José Roberto Arruda (ex-DEM), seria o mentor.

 

Em nota, divulgada neste fim de semana, Eurides afirma que o dinheiro que recebe em vídeo anexado ao inquérito da Operação Caixa de Pandora, divulgado pela imprensa, era do ex-governador Joaquim Roriz, de quem era aliada. O dinheiro seria o pagamento de festas de campanha promovidas pela deputada para a eleição dela e do então candidato ao Senado, Roriz.

 

"Ela é uma grande de uma cara de pau. O ano que ela perdeu a eleição, foi o ano que não teve o apoio dele Roriz", disse Jaqueline, em plenário. "Esquece ela que já trabalhava na campanha de José Roberto Arruda e não de Roriz. As imagens falam por si. É bom que ela esclareça os vídeos, pois achar outro bode expiatório é muita falta de caráter", completou.

 

Eurides Brito não voltou ao plenário para responder às ofensas.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoDFEurides BritoCâmara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.