Fiesp: disputa no Congresso arranha imagem do País

O diretor da Fiesp, Nildo Masini, disse há pouco que a pior consequência dos embates travados no Congresso, em razão da sucessão da presidência da Câmara e do Senado, foi comprometer a imagem do País no exterior. "Espero que estas feridas cicatrizem e o Brasil mostre que é maduro e confiável", disse, acrescentando que o País foi considerado o terceiro melhor no mundo para receber investimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.