Fiesp defende proposta do governo para Previdência

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) defende que a proposta do governo para a reforma da Previdência seja a que prevaleça no Congresso. Segundo Clarice Messer, diretora da entidade, é preciso colocar de uma vez por todas um fim no crescente "buraco" previdenciário. Em relação à proposta da reforma tributária, a Fiesp aguarda o parecer do relator, previsto para quinta-feira. "Temos nos posicionado há bastante tempo contra a cumulatividade de impostos e a proposta do governo em relação ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Na forma como foram propostos, são complicadores adicionais para a indústria. Vamos ver o que diz o relator", afirmou Clarice.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.