'Ficou acertado que o PMDB indicará o vice', diz Lobão

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse nesta manhã que "ficou absolutamente acertado que o PMDB indicará o vice" na chapa que o PT montará para disputar a Presidência da República em 2010. De acordo com ele, a decisão, tomada durante jantar no Palácio da Alvorada na terça-feira, é a de que o PMDB participará da chapa presidencial e, como todos apoiam a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, para a Presidência, ficou entendido que o PMDB indicará o vice.

LEONARDO GOY, Agencia Estado

23 Outubro 2009 | 11h04

Questionado se o nome para a vaga será o do presidente licenciado do PMDB, Michel Temer (SP), Lobão afirmou: "Até por proposta do Temer esta decisão só vai ser tomada em março do ano que vem." O ministro mostrou ainda expectativa de que seja superada a resistência do ex-governador de São Paulo Orestes Quércia ao acerto com o PT. Lobão disse ter esperanças de que "Quércia, um político experiente, se reintegre ao pensamento do partido" no que diz respeito à sucessão presidencial.

Mais conteúdo sobre:
eleições 2010LobãoPMDBvice

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.