FHC visita Capão Bonito e MST é barrado na entrada da cidade

Um forte esquema foi preparado para garantir asegurança do presidente Fernando Henrique Cardoso durante o lançamentodo programa Bolsa-Escola, hoje, em Capão Bonito, a 225 quilômetrosde São Paulo. A chegada do presidente, acompanhado pelo governadorGeraldo Alckmin e pelo ministro da Educação, Paulo Renato de Souza,estava marcada para as 11h25. Nos principais acessos da cidade, desde amadrugada, havia bloqueios do policiamento rodoviário da PolíciaMilitar. Dois ônibus transportando sem-terra foram parados num dessesbloqueio. O grupo, procedente de assentamentos de Iaras e Itapeva,pretendia comparecer à solenidade. Até as 10 horas, o comboio não tinhasido liberado. Na cidade, 40 atiradores de elite estavam distribuídosem pontos estratégicos. As ruas de acesso ao Clube Kai-Kan, onde serealizaria a solenidade, foram interditadas às 6 horas. No clube, os600 lugares estavam reservados para os convidados - prefeitos, vices epresidente da Câmara de 60 municípios da região. É a primeira vez que acidade, de 46 mil habitantes, recebe um presidente da República emvisita oficial. Capão Bonito hospedou, no início da década de 60, opresidente João Goulart e sua esposa, mas apenas de passagem, duranteuma viagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.