FHC vai conversar com Chávez sobre Alca

O presidente Fernando Henrique Cardoso recebe nesta terça-feira o presidenteda Venezuela, Hugo Chávez, um aliado do Brasil com relação ao cronograma de criação da Área de Livre Comércio dasAméricas (Alca).Fernando Henrique convidou o presidente venezuelano para afinar o discurso antes da III Cúpula das Américas, que ocorre emQuebec de 20 a 22 de abril e vai reunir os 34 presidente da Alca.Entre outros assuntos, os dois presidentes vão conversar sobre a data de início da Alca, que estava prevista para 2005, mas quealguns países, como Chile, Canadá e Estados Unidos, têm pressionado para adiantar.A conversa foi marcada para esta terça, porqueno dia 6 Chávez reúne-se com os presidentes do México, Vicent Fox, e da Colômbia, Andrés Patrana, para tratar do mesmoassunto.Os três países integram um grupo de concertação política e preferências tarifárias, conhecido como G-3, cujasrelações se intensificaram por causa das diversas negociações comerciais em curso.Depois de garantir o apoio dos parceiros do Mercosul para negociar em bloco na Alca, o Brasil quer o apoio dos paísesandinos.Atualmente a Venezuela exerce a presidência da Comunidade Andina (CAN), que reúne Colômbia, Peru, Equador e Bolívia.O governo está preocupado com a posição de alguns países com relação às negociações para a formação da Alca.O México, país que destina 85% das suas exportações para os Estados Unidos, já anunciou que não tem pressa para iniciar aAlca. Isso porque não interessa aos mexicanos dividir o mercado norte-americano com os parceiros latino-americanos, nainterpretação de diplomatas brasileiros.Mas a Colômbia, que também possui um intenso comércio com os Estados Unidos e estreitas relações políticas,principalmente depois que recebeu ajuda dos Estados Unidos para o Plano Colômbia (de combate ao narcotráfico), preocupa oBrasil, segundo fontes diplomáticas.Esse será o oitavo encontro entre os dois presidentes desde que Chávez assumiu o governo da Venezuela, em dezembro de1998.Além da Alca, os dois presidentes também devem falar sobre a criação da área de livre comércio entre o Mercosul e aComunidade Andina, que ficou acertada no primeiro encontro de presidentes da América do Sul, convocado por FernandoHenrique, em Brasília, em agosto do ao passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.