FHC vai buscar consenso para corrigir tabela do IR

O líder do governo na Câmara, Arnaldo Madeira (PSDB-SP), confirmou que o presidente Fernando Henrique Cardoso vai estudar com a equipe econômica uma forma de consenso para corrigir a tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física. O compromisso foi firmado hoje entre o presidente e os líderes dos partidos da base aliada. Madeira descartou, no entanto, a possibilidade de criação de novas alíquotas, em razão do tempo escasso para a votação da matéria. Segundo ele, a tendência é que seja dada uma correção linear na tabela. Mesmo afirmando que não foi sugerida nenhuma alíquota para a correção da tabela, Madeira declarou que o líder do PFL, Inocêncio Oliveira, lembrou o índice de correção do IGP, no período de 1996 e 1998, estimado em 19,56%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.