FHC usará rádio e TV para anunciar o fim do racionamento

O presidente Fernando Henrique Cardoso vai ocupar uma cadeia de rádio e TV na noite da próxima terça-feira para anunciar o fim do racionamento de energia elétrica. A data do fim do racionamento será decidida no mesmo dia pela Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica (GCE). O pronunciamento deve ter no máximo um minuto e meio e o presidente, segundo assessores, vai agradecer o esforço da população por ter economizado energia.Fernando Henrique pretendia gravar o pronunciamento nesta semana, mas decidiu esperar pela volta do ministro Pedro Parente, que preside a GCE e se encontra em viagem oficial à Europa.O nível de água dos reservatórios das usinas das regiões Sudeste e Centro-Oeste já atingiu na última terça-feira o limite mínimo de segurança estipulado pelo governo para garantir o abastecimento até o final de 2002. No Nordeste, esse limite deverá ser alcançado antes do final do mês.Para simplificar, o governo deverá fixar o dia 28 como o último em que estarão valendo as metas de consumo para todo o País. A partir de março, os consumidores estarão livres para gastar quanta energia quiserem, mas as autoridades acreditam que se mantenha uma racionalização voluntária decorrente da mudança de hábitos e das medidas adotadas pela indústria.Em fevereiro, por exemplo, o consumo de energia tem se mantido 7% abaixo das metas.O governo também conta com uma reserva de energia oferecida pelas termoelétricas, que poderão ser acionadas caso haja alguma surpresa com os reservatórios das hidrelétricas no período da seca. Para 2002, entretanto, esse risco é remoto. Os especialistas estão preocupados em evitar novos problemas a partir de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.