FHC surge em evento,mas nega apoio à reeleição de Kassab

Apesar da negativa, ex-presidente já deu sua opinião sobre a sucessão em SP e diz que Alckmin deveria ceder

Paulo Darcie, de O Estado de S.Paulo

29 de janeiro de 2008 | 15h57

Em pleno discurso do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, na inauguração das estações USP Leste e Comendador Ermelino da Linha F da CPTM, na zona leste da capital paulista, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, cuja presença era inesperada, surgiu no palanque onde também estava o governador de São Paulo, José Serra. Kassab agradeceu a presença de FHC e disse que o ex-presidente "abrilhantava" o evento.   FHC negou que sua presença indicasse apoio político à reeleição do atual prefeito Gilberto Kassab. "Não vim para um palanque político. Vim para a inauguração de uma obra importante para a zona leste e a USP", reiterou. "Quando chegar o momento adequado, eu falo o que acho sobre política", acrescentou.   Apesar da negativa, FHC já deu sua opinião sobre a sucessão municipal na capital paulista. Na avaliação dele, o ex-governador Geraldo Alckmin deveria ceder a vaga, aguardar as eleições de 2010 para candidatar-se ao governo de São Paulo e deixar a disputa deste ano para Kassab, dos Democratas.   Serra, por sua vez, lamentou a ausência do ex-governador do Estado Geraldo Alckmin, que, segundo ele, recebeu convite para comparecer à inauguração, mas já tinha outro compromisso em Ourinhos, no interior paulista. Questionado, Serra disse que FHC estava no evento para visitar uma exposição de fotos sobre a história da USP, no novo campus, e prestigiar as obras de expansão de transporte metropolitano.   "A USP fez muitos homens públicos. (A exposição de fotos) é uma homenagem que a USP faz a seus alunos e professores, e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso nos deu a honra de vir prestigiar", disse Serra.   Fernando Henrique, por sua vez, disse que compareceu ao evento a convite do secretário estadual de Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella. "Ele me fez vir aqui, mesmo com chuva, para ver o trabalho formidável que estão fazendo", declarou.    

Mais conteúdo sobre:
KassabEleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.